Home / Uncategorized / Dória na contramão do mundo e a 90km/h

Dória na contramão do mundo e a 90km/h

A redução da velocidade é tendência global. Essa é uma afirmação de diversos especialistas, dentre eles Américo Sampaio, gestor de projetos do programa Cidades Sustentáveis, que afirmou em programa da CBN. Na ocasião, Américo traz como exemplo o distrito central de Londres, Tower Hamlets, que decidiu diminuir as velocidades de suas vias como estratégia de melhoria da saúde pública.

Esse é mais um fruto do movimento da sociedade civil “20 milhas por hora”, presente em diversas cidades da Europa. As 20 milhas se equivalem, no Brasil, a 32km/h. Só nos primeiros nove meses depois da implantação do novo limite de velocidade, houve redução de 20% dos acidentes fatais, 22% dos graves e 30% das colisões. E esse exemplo se espalha cada vez mais nas principais metrópoles do mundo, trazendo mais qualidade de vida, segurança e saúde para a população.

Na capital paulista, o ex-prefeito Fernando Haddad implementou a redução da velocidade e, em pouco tempo, conseguiu avanços excelentes tanto em mobilidade e qualidade de vida, como em saúde pública, já que reduziu significativamente os acidentes nas marginais. Para se ter uma ideia, em dezembro de 2016, a Marginal Tietê completou 19 meses sem nenhuma morte por atropelamento.

Porém, ainda na campanha Dória prometeu, se eleito, aumentar os limites. E fez. Não por falta de aviso, o desastre anunciado já começou a dar resultados: um carro bateu em um veículo da CET na Marginal Pinheiros 1h após aumento da velocidade.  Pois é, não foi por falta de aviso.

Dória vai na contramão do mundo e a 90km/h. Prova assim, que sua teimosia vale mais que a vida da população.

 

Check Also

IMG_5904

2017: um ano de muitas lutas, desafios e conquistas

2017 foi um ano difícil para o Brasil. O governo ilegítimo de Temer realizou uma …